Blog

Sinalização para hospitais reúne particularidades – Entenda

No ambiente hospitalar, há algumas regras de sinalização fundamentais para garantir a segurança e bem-estar de todos no local. São sinalizações por meio de placas, avisos, murais, etc., que garantem a funcionalidade dos estabelecimentos de saúde.

Ralph Chezzi, engenheiro civil, responsável pela Bump Comunicação Visual, que desenvolve projetos de sinalização de segurança para diversos segmentos, explica que há uma série de recursos visuais que tornam o ambiente hospitalar mais seguro e dinâmico para aqueles que trabalham no local, para os pacientes e pessoas que interagem frequentemente com o espaço.

“Existe uma ordem como pisos diferenciados da sinalização tátil para melhor orientar os fluxos de trajeto no local. Placas em Braile, batentes de elevador, mapas táteis, elementos sonoros, entre outros, devem compor a sinalização no ambiente dos hospitais”, acrescenta.

A sinalização para hospitais tem como finalidade orientar as pessoas quanto à sua localização, deslocamento e comportamento nos ambientes.

“Muitas pessoas se sentem estressadas num ambiente em que se sentem perdidas, no ambiente hospitalar, essa desorientação pode ser ainda mais estressante, por isso, é tão importante pensar em como será a sinalização logo no projeto arquitetônico desses espaços”, esclarece Chezzi.

Confira: Leis de acessibilidade no Brasil – sinalização obrigatória para deficientes visuais

Acessibilidade é fundamental no ambiente hospitalar

Há algumas normas específicas relacionadas aos hospitais como é o caso da Resolução RDC nº50 da ANVISA (Agência Nacional da Vigilância Sanitária), que faz parte da regulamentação de todo o planejamento físico e estrutural nesses ambientes e também é responsável pela inspeção periódica dos estabelecimentos da área da saúde.

Uma das exigências nessa resolução da ANVISA, por exemplo, é que os materiais utilizados no revestimento das paredes, pisos e tetos, sejam resistentes ao uso dos produtos de limpeza: “Essa regra também se estende à sinalização de segurança para hospitais, já que os materiais utilizados também devem ser resistentes ao uso de produtos de limpeza específicos para desinfetar o ambiente hospitalar”, explica Chezzi.

Além disso, todo o espaço nos hospitais precisa ser adaptado para o uso das pessoas com deficiência. Para os deficientes visuais ou pessoas com baixa visão é fundamental a instalação do piso tátil na recepção, corredores, antes de elevadores, etc. A inscrição em Braile também precisa fazer parte do ambiente, por meio da sinalização nos sanitários, nos mapas de orientação, etc.

Cadeirantes precisam ter acesso facilitado no ambiente hospitalar por meio de rampas de acesso e elevadores de uso especial.

Leia: Orientar com agilidade é uma das regras da sinalização para shopping

Sinalização para hospitais – particularidades

As placas de sinalização para hospitais assumem as seguintes funções:

Identificação

São as sinalizações que informam as pessoas sobre o hospital, sobre os profissionais que atendem no local, especialidades, dentre outras informações. São as placas de identificação que indicam as salas, consultórios e também os serviços no local como refeitório, banheiros, copa, etc.

Instrução

São sinalizações que têm a função de esclarecer dúvidas e informar as pessoas. Essas sinalizações por meio de placas, murais, cartazes, entre outros, podem ter avisos, normas comportamentais, restrição, entre outros.

Orientação

Essa sinalização de segurança para hospitais tem como intuito “guiar” os pacientes, visitantes e profissionais para que possam com facilidade ir aos locais desejados. Outra finalidade da sinalização de orientação é indicar quais os serviços do hospital e em quais andares são prestados. Placas direcionais também são utilizadas para indicar os fluxos de trajeto.

Regulamentação

São sinalizações muito importantes que mostram que o local está funcionando dentro da lei. Licenças e outros documentos emitidos por órgãos fiscalizadores precisam estar à mostra.

Proteção

A finalidade da sinalização de proteção é promover a segurança de todos que interagem com o ambiente hospitalar. Alguns locais específicos como é o caso das salas de raio-x, por exemplo, precisam ter placas de proteção que garantam a segurança das pessoas no local.

As cores também compõem a sinalização nos hospitais e ajudam as pessoas na identificação de setores, blocos e serviços.

“A sinalização de segurança para hospitais envolve os recursos fotoluminescentes, fundamentais principalmente para indicar a localização dos extintores e mangueiras de incêndio, assim é essencial na indicação de saídas de emergência”, esclarece Chezzi.

Além disso, mesmo nos casos de pessoas que não conseguem ler, os símbolos presentes nas placas de sinalização ou em outros meios ajudam na orientação de maneira simples.

A sinalização de segurança nos hospitais deve atender à NR26 e a finalidade é garantir a segurança e proteção de todos no ambiente:

“A ausência de sinalização adequada pode favorecer a ocorrência de acidentes, por isso é tão importante atender essas normas”, conclui.